Ótica Luna
13:47 Terça-feira, 11 de dezembro de 2018
  • Dia do Engenheiro
  • Dia do Arquiteto
  • Dia do Agrimensor
  • Dia do Tango
Colunistas ver todos
Título da matéria

Charles Darwin, a educação espartana e o vestibular

04/02/2012, às 12:28:48 - por Débora Pereira Rodrigues - Fonte: Débora Pereira Rodrigues
Fonte:

(Já que estamos em clima de vestibular nada melhor que uma dissertação em relação ao tema.)

----

O vestibular, assim como a educação espartana, é um processo de seleção que é raramente considerado fácil. Algumas pessoas taxam esses processos como exemplos claros da injustiça humana.

Todavia, é possível entendê-los através do processo evolutivo da humanidade. Tendo como base a teoria apresentada por Charles Darwin, é fácil concluir que o vestibular e a educação espartana são processos de seleção natural onde os que se apresentam melhor preparados, os que são considerados mais fortes sobrevivem e vão adiante.

Há vários fatores que envolvem o acesso ao ensino superior público, questões sociais, econômicas e históricas (como a cota aos negros) englobam o problema. Dentro destes fatores existe uma série de opiniões contrárias e, há quem diga que o vestibular favorece os alunos com melhor situação financeira. Entretanto, atualmente existem inúmeros benefícios aos alunos de instituições públicas que queiram ingressar na faculdade. O PROUNI e o sistema de cotas a escola pública são grandes exemplos.

Ora, se atualmente, em tese, todas as redes de ensino são beneficiadas, porque boa parte dos estudantes de escolas públicas possuem dificuldade de acesso ao ensino superior? A resposta talvez esteja no fato de que esses, por questões sociais e também econômicas, demonstram menor interesse e dão menos valor a educação, não enxergando que isso prejudica de forma clara seu desenvol

Comentários
Publicidade:
Publicidade
Imagem Daqui Solução Gráfica & Divulgação
Rua Pref. João Orestes de Araújo, 550 - Sala 04
Centro - Garopaba - Santa Catarina
Fone: (48) 3254-6860 / 9937-3057
E-mail: contato@imagemdaqui.com.br
Desenvolvido por
Mateus Fornari