Ótica Luna
14:09 Terça-feira, 11 de dezembro de 2018
  • Dia do Engenheiro
  • Dia do Arquiteto
  • Dia do Agrimensor
  • Dia do Tango
Colunistas ver todos
Título da matéria
Um Lugar pra Vivenciar...
Longe no tempo, quando o homem pré-histórico ainda procurava seu habitat ideal, Garopaba serviu de morada por milênios ao homem do Sambaqui. As marcas de sua arte rupestre deixadas nos costões e seus artefatos culturais contam a rotina deste povo ainda pouco conhecido.
O Povo da Costa...
Sucedendo aos sambaquianos, depois de cruzar o continente sul americano, da costa do oceano Pacífico à costa Atlântica, percorrendo a rota do Peabiru, em busca da Yvy Marã – a terra sem mal – o Mbya guarani fez aqui sua morada. Povo simples e integrado ao meio encontrou em Garopaba o paraíso na terra no período pré colonial. É do Mbya guarani a origem do nome Garopaba – Ygara-mpaba - Y = mar, água / Gara = transporte, canoa / Mpaba = lugar, paradeiro – significado: Lugar das canoas junto ao mar.
O Contato...
A chegada dos navegadores europeus deu início às transformações do lugar, e a miscigenação, a origem do novo habitante – o caiçara – guarani do litoral e o lusitano. A permanência de Aleixo Garcia e companheiros, náufragos espanhóis a partir de 1514, inicia uma fase importante da história daqui.
A Ocupação...
A preocupação em garantir a posse das terras novas o rei D. João V incentiva a leva de casais portugueses e açorianos à costa do Brasil. Garopaba e região fazem parte deste episódio. Já em 1666, Francisco Camacho Bicudo instala as primeiras famílias nas pastagens entre o rio Maciambú e terras de Araçatuba.
Porém foi entre 1748 a 1756, com a Provisão Régia de 9-VIII-1747, que transportou mais de 6000 açorianos para Santa Catarina, além de madeirenses e portugueses, duplicando a população européia abaixo de Cananéia.
A Freguesia...
A construção da Armação Baleeira São Joaquim da Garopaba, em 1793, a segunda maior do Brasil colônia, deu às bases para a formação da Vila. E no entorno da fábrica de azeite de baleia, igreja, cemitério, oficinas e casas de engenho, deram vida comercial ao lugar. A necessidade de alimentação dos escravos e baleeiros fez dos pequenos sítios - lavouras, e da criação de animais - pecuária extensiva. A falência da Armação em 1845 levou os moradores locais à pesca semi-industrial, salgando peixes e vendendo-os na capital Desterro, de onde traziam produtos de primeira necessidade, entre eles tecidos e ferramentas.
A Vila...
Depois de um período de miséria e assolado por doenças a pequena Freguesia dá os primeiros passos sob a orientação um tanto religiosa do padre Rafael Faraco a partir de 1862. Sua sucessiva atuação na Câmara de Deputados reforçou a imagem do lugar, mas não o suficiente para sua emancipação. Depois de várias tentativas nasce a Vila de Garopaba em 1890 que durou até 1923, quando Garopaba e região passam à distrito de Imbituba, e 6 anos após, ambas são incorporadas à Vila de Palhoça. Foram necessários mais 30 anos de embate político até a fundação da cidade de Garopaba em 19 de dezembro de 1961.
A Capital do Surf...
A descoberta da enseada por veranistas da região de Tubarão deu início ao turismo e ocupação da orla por casas de veraneio. Na década de 70 os hippies, entre eles o médico recém formado Marco Aurélio Raymundo – Morongo, fundador da Mormaii, fizeram da bucólica vila de pescadores seu refúgio, numa época conhecida como “Anos de Chumbo”. Outros percussores que passam por aqui levam fotos que seriam publicadas em jornais populares do sul. Manfredo Hübner e seu grupo de amigos fotógrafos registram e divulgam os lindos recantos daqui. A chegada do asfalto em 1984 estende um tapete de boas vindas ao turismo.
Publicidade:
Publicidade
Imagem Daqui Solução Gráfica & Divulgação
Rua Pref. João Orestes de Araújo, 550 - Sala 04
Centro - Garopaba - Santa Catarina
Fone: (48) 3254-6860 / 9937-3057
E-mail: contato@imagemdaqui.com.br
Desenvolvido por
Mateus Fornari