Colunistas ver todos
Título da matéria

"SC tem condição de pagar o piso de R$ 1.451", diz Sindicato

29/02/2012, às 16:00:24 - por Fala Garopaba - Fonte: DC
Fonte:

Categoria não vai abrir mão do aumento de 22,22% do piso salarial.

Para o diretor financeiro do Sindicato dos Trabalhadores em Educação na Rede Estadual de Santa Catarina, Sandro Cifuentes, o Estado tem sim condição de pagar o piso salarial com aumento de 22,22% anunciado pelo Ministério da Educação (MEC). No entando, o sindicato já esperava que o governo do Estado dissesse que não tem como pagar o valor.

— A gente já esperava por isso, o governo já sinalizava que não seria a favor do aumento do piso. O sindicato está aguardando uma posição oficial do governo, mas essa é uma questão que precisa ser discutida com os professores. Nós pedimos uma audiência com o governo para o começo de março e até agora não fomos atendidos - explica Sandro.

Segundo o diretor do sindicato, a primeira posição do governo é fazer o pagamento do piso conforme a lei, pois foi isso que ficou acertado depois da última greve realizada em 2011.

— Esse foi um dos pontos negociados na última greve, em abril do ano passado. O governo adotou o piso da categoria, mas descaracterizou o plano de carreira. Mesmo assim concordamos com a situação na época, com a condição de que os aumentos do piso seriam repassados para a gente de acordo com a lei nacional. Portanto queremos os 22,22% de aumento reatrotivos a janeiro, conforme estabelecido pela lei.

Para Sandro, não é verdade que Santa Catarina não tem condições de pagar o aumento do piso salarial dos professores.

— É mentira que santa catarina não tem condição de pagar o piso de R$ 1.451. Se o governo não pudesse pagar esse valor e comprovasse isso no orçamento, poderia pedir verba federal para complementar o pagamento. Por que não comprova então?

Mesmo assim, o representante do sindicato está mais preocupado neste momento com a falta de comunicação com os professores do que com o piso.

— O que me preocupa é o governo não sentar para discutir essa questão com os professores, porque eles comunicam essas decisões para a imprensa, mas não para a gente.

Segundo o governador Raimundo Colombo, Santa Catarina não tem condições de pagar o aumento proposto pelo projeto de lei 3776 de 2008, que propõe um reajuste 22,22% para o piso, elevando o salário dos professores de R$ 1.187 para R$ 1.451.

O governador Raimundo Colombo defende que o novo piso salarial nacional dos professores seja de R$ 1.264,15. Esse valor seria o piso atual, de R$ 1.187, com um aumento de 6,5%, referente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O aumento seria, portanto, a recuperação do valor real de compra do salário diante da inflação do período e não um aumento real no valor do salário.

Comentários
Publicidade:
Publicidade
Imagem Daqui Solução Gráfica & Divulgação
Rua Pref. João Orestes de Araújo, 550 - Sala 04
Centro - Garopaba - Santa Catarina
Fone: (48) 3254-6860 / 9937-3057
E-mail: contato@imagemdaqui.com.br
Desenvolvido por
Mateus Fornari